Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de Sentidos

Ter | 26.12.17

Bolachas de gengibre e cacau

Gualter Rainha

IMG_20171224_102658_486.jpg

IMG_20171224_102143_670.jpg

Mais uma receita dedicada a esta quadra de Natal, mas que se pode estender ao longo do ano, fazendo com que passe verdadeiros momentos agradáveis em família, ao prepará-las. No meu caso, as minhas sobrinhas ajudaram-me, foi uma tarde diferente.

São bolachinhas muito tenras, arrojadas pelo cacau e mistura de gengibre, e agora de Inverno, sabem muito bem com um café, chá de canela, ou com chocolate quente.

Ingredientes

  • 500 gr de farinha tipo 55 sem fermento
  • 1 colher de chá de sal
  • 160 gr de açúcar
  • 300 gr de manteiga (temperatura ambiente)
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 2 ovos
  • 50 gr de cacau em pó
  • Cerca de 4 centímetros de gengibre fresco (ralado)

Preparação

  1. Comece por juntar a farinha com o sal e o açúcar, envolvendo bem.
  2. Junte a manteiga amolecida à temperatura ambiente, envolva, até conseguir uma massa areada. Junte os 2 ovos e a essência de baunilha e amasse muito bem com as mãos, até que consiga uma massa macia. Divida esta massa em duas partes iguais.
  3. Pegue em metade da massa e junte o cacau em pó, envolva até combinar. Se achar ser necessário, adicione um pouco de manteiga nesta mistura de cacau para que fique igualmente macia como a outra parte. Na outra parte da massa, misture o gengibre ralado.
  4. Estenda ambas as massas em cima de papel vegetal, com cerca de ½ centímetro cada. Sobreponha as duas massas e volte a pressionar ambas (já em cima uma da outra) de forma a que se unam.
  5. Pré aqueça o forno a 175 °C
  6. Dê os formatos desejados, com os moldes. Coloque num tabuleiro de forno e coza as bolachas por 12 minutos, aproximadamente.
  7. Para fazer as bolachas com formato de bengala, junte duas tiras de massa da mesma espessura lado a lado, enrolando-as como se fosse esticar biscoitos. Dê a espessura desejada, e faça o formato de bengala. Leve-as ao forno a 175 º C por 12 minutos.

IMG_20171224_103356_455.jpg

 

IMG_20171224_102829_450.jpg

 

http://blogs.sapo.pt/manage/images?blog=cozinhadesentidos#
Dom | 24.12.17

Bolo rainha com figos de calda

Gualter Rainha

IMG_20171224_125921_939[1].jpg

 

 

IMG_20171224_130042_582.jpg

 

Já em espírito de Natal, partilho esta receita. É um bolo rainha rápido de se confecionar.

Nesta altura do ano andamos todos numa correria com os preparativos, e esta receita vai-vos ajudar, acreditem. Além de que, é uma verdadeira delícia. 

Partilho também a receita dos figos em calda, que me foi cedida carinhosamente pela amiga Cassilda. Receita que já atravessou gerações, e será igualmente guardada e transmitida por mim, com o mesmo carinho.  

Ingredientes

Ingredientes

  • 350 gr de farinha (sem fermento, tipo 55)
  • 100 gr de açúcar
  • 1/4 de colher de chá de sal fino
  • 2 colheres de chá cheias de fermento para bolos
  • 2 iogurtes naturais (250gr no total)
  • 80 gr de manteiga derretida (com ou sem sal)
  • 1 laranja (raspas)
  • 1 limão (raspas)
  • 1 colher de chá cheia de canela
  • 1 colher de sopa de vinho do Porto
  • 200 gr de frutos secos picados grosseiramente

Decorar

  • 100 gr de frutos secos inteiros para decorar
  • Figos em calda (opcional)
  • ovo batido, açúcar em pó para decorar

Preparação

  1. Junte todos os ingredientes numa tigela (exceto os ingredientes para decoração) e mexa com uma colher ou as mãos se conseguir formar uma bola. Não se deve bater a massa, deve-se apenas mexer até a massa se unir.
  2. Transferir para um tabuleiro de forno forrado com papel vegetal e formar um disco, uma forma arredondada com a massa, com cerca de 3 dedos de altura. Com as mãos dê o formato de bolo rainha, fazendo um buraco no meio.
  3. Pincele com ovo batido, decore com frutos secos e açúcar em pó.
  4. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 30 minutos ou até estar bem dourado. Pode espetar um palito no meio para verificar a cozedura como se fosse um bolo normal. Se estiver a ficar muito escuro mas ainda não estiver cozido, cubra com um pedaço de papel alumínio.
  5. Depois de estar pronto, coloque os figos, regue com um pouco de calda e pulvilhe com açúcar em pó.

Figos em calda

Para fazer os figos em calda tem de colher figos nesta época do ano.

Devem colher aqueles figos pequenos que não se desenvolveram o suficiente, nem amadureceram, e ficam na ponta dos ramos da figueira, agora de inverno.

Ingredientes para ½ kg:

  • Figos (colhidos)
  • 300gr de açúcar
  • Água q.b.

Preparação

  1. Colha os figos, dê um corte com formato de cruz na zona do caule e demolhe-os por 1 dia, para que libertem a resina. No dia seguinte escorra e lave-os bem.
  2. Num tacho, leve os figos ao lume com água a cobri-los e um pouco de açúcar (um pouco só) para que cozam apenas. Deixe ferver por 15 miutos, e pague o fogão. Após esse período reserve e deixe arrefecer totalmente.
  3. No dia seguinte, deverá cozer os figos novamente. Proveite parte da água da primeira cozedura, adicione o acúcar, e deixe cozer os figos até que o acúcar resulte numa calda, tipo xarope. Os figos ficam com uma textura segura, semelhante a figos passados.
  4. Reserve em frascos, use em sobremesas, ou simplesmente coma, só porque lhe apetece. São deliciosos.

Bom Natal!

IMG_20171224_135439[2].png

 

IMG_20171224_130546_952.jpg

 

Bom Natal!

http://blogs.sapo.pt/manage/images?blog=cozinhadesentidos#
Qui | 21.12.17

Sonhos de abóbora

Gualter Rainha

24174282_791516941040538_2971520355461206229_n.jpg

 

 

Qual o vosso sonho gastronómico de Natal?

Em moldes gastronómicos, este é o meu sonho ideal. São douradinho, fofos, com gosto a abóbora. Também sentimos o toque leve de laranja, vinho do porto e canela.

Estes são especiais, por serem tão fáceis de se fazer e serem tão saborosos.

É uma receita 100% vegetal.

Ingredientes:

  • 900 gr de Abóbora cozida e escorrida
  • 400 gr de farinha de trigo com fermento
  • 125 gr de açúcar
  • Raspa de 1 laranja e ½ limão
  • 50 ml de vinho do Porto
  • Óleo (para fritar)
  • Açúcar e canela (para polvilhar)

Preparação:

  1. Comece por cozer a abóbora com pitada de sal e um pau de canela, cerca de 3 kg crua. Depois de cozida e fria, escorra bem, removendo o máximo de água.
  2. Num alguidar, junte a abóbora, a farinha (com fermento), o açúcar, a raspa de laranja e limão e o vinho do Porto, envolvendo tudo muito bem. Deixe repousar um pouco para que levede um pouco.
  3. Aqueça óleo (160 º C). Coloque colheradas da massa dos filhós/sonhos a fritar, até que fiquem douradinhos de ambos os lados. Devem ser fritos em óleo abundante, para não tocarem no fundo.
  4. Polvilhar com açúcar e canela e servir morno a frio.

IMG_20171221_203706_293.jpg

IMG_20171221_203602_436.jpg

 

http://blogs.sapo.pt/manage/images?blog=cozinhadesentidos#
Seg | 04.12.17

Pudim de goiaba

Gualter Rainha

IMG_20171204_092119_093[607].jpg

IMG_20171204_085216_817[604].jpg 

Com cheiro floral marcante e sabor muito agradável, as goiabas são uma fruta típica de Outono em Portugal, variando a altura da sua colheita noutros continentes.

Na sua generalidade, é consumida naturalmente após ficar madura. Também é muito apreciada como goiabada a acompanhar queijos. Encontramos também como doce ou geleia. É ótima também para fazer sumo sem adição de açúcar, saladas de fruta, saladas a acompanhar pratos salgados, ou infusões em bebidas festivas. Ficam estas dicas.

O prato que vos apresento é doce, leve e aromatizado pela goiaba e baunilha. Ótima para estar presente nos dias quentes de Outono, que por vezes se fazem sentir.  

Nesta altura do ano há imensas gaioabas no quintal, à que aproveitar esta super fruta, rica em vitamina C. Estima-se que 4 a 5 vezes a mais que a laranja.

 

Ingredientes

  • pudim Jello de baunilha
  • 300 ml de leite meio gordo
  • 300 g. de goiaba vermelha bem madura sem casca
  • 200 ml de natas light
  • 2 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de café de essência de baunilha
  • Palitos de la reine

Preparação

  1. Comece por preparar o pudim Jello. Numa batedeira junte o leite frio com o pó do pudim Jello, bata até que comece a engrossar. Leve ao frigorífico enquanto prepara os restantes componentes.
  2. Com a ajuda de um passe-vite, passe as goiabas bem maduras e descascadas, de forma a separar a polpa das sementes. Conserve a polpa e descarte as sementes.
  3. Junte a polpa da goiaba ao pudim Jello que levou ao frigorífico inicilmente, envolvendo muito bem. Reserve por uns instantes.
  4. Bata as natas com a essência de baunillha, e junte o açúcar gradualmente até que fique em chantilly.

IMG_20171204_084845_471[606].jpg

Montagem

  1. Comece por colocar no fundo da taça pudim de goiaba, seguindo-se os patitos de la reine desfeitos, em cima.
  2. Adicone mais umas colheradas de pudim de goiaba sobre os palitos de la reine, com algumas colheradas de chantilly ao lado.
  3. Podem também usar a polpa da goiaba ainda com sementes para dar sabor extra, e como decoração também

Nota: Podem também fazer camadas em taças maiores ou em pirex, como na foto em baixo.

IMG_20171204_084633_698[605].jpg

 

http://blogs.sapo.pt/manage/images?blog=cozinhadesentidos#
Sex | 01.12.17

Creme de abóbora com salteado de cogumelos e avelãs

Gualter Rainha

IMG_20171127_125615_896.jpg

IMG_20171201_201927_366.jpg

Continuando com os produtos Outonais, desta vez decidi fazer um prato salgado de abóbora.

Decidi juntar tons e sabores mais terrenos como os cogumelos, batata doce abóbora, cenoura, avelãs e coentros, criando um creme aveludado, defumado, com um salteado de cogumelos e avelãs a acompanhar.

Se gosta de sopas/cremes reconfortantes, este é um desses pratos.

Ingredientes

  • 350 g de abóbora assada
  • 150 g de cenoura
  • 200 g de batata doce abóbora
  • 700 ml de água
  • 1 cebola pequena
  • 1 dente de alho
  • Azeite, sal q.b
  • 1 colher de chá de paprika defumada (ou simples)

Ingredientes para o companhamento

  • 200 g de cogumelos frescos ou da sua preferência
  • 75 gramas de avelãs tostadas
  • 1 dente de alho
  • Sal, azeite, pimenta preta q.b.
  • Coentros frescos a gosto

Preparação

  1. Comece por assar a abóbora com fio de azeite, até que esteja macia e com alguns tons de castanho. Descasque a cenoura, a cebola, o alho, e a batata doce.
  2. Num tacho, junte o azeite com o alho, a cebola, a batata doce, a cenoura, e refogue um pouco, com uma pitada de sal, até que comece a cozinhar os ingredientes.
  3. Junte a abóbora assada e continue a envolver tudo enquanto refoga. Junte a paprika e deixe refogar só por mais um instante.
  4. Junte a água e deixe cozinhar, até que os ingredientes estejam totalmente cozidos. Depois de cozidos, passe a varinha mágica até que o creme esteja totalmente livre de grumos ou pedaços dos ingredientes. Deverá ficar cremoso. Se necessário, junte um pouco mais de água, e tempere com sal se nevcessário. Reserve.

Preparação (acompanhamento)

  1. Comece por tostar as avelãs, caso estejam cruas e reserve. Lamine os cogumelos, ou com qualquer corte desejado.
  2. Depois dos cogumelos preparados, leve-os a saltear num tacho tipo wok com fio de azeite, pimenta preta, sal e o alho.
  3. Logo que reduzam um pouco de tamanha, e estejam previamente cozidos, junte coentros frescos picados e as avelãs tostadas. Continue a saltear, por 3 minutos e reserve.

IMG_20171201_201146_375.jpg

IMG_20171201_202051.png

Servir

  1. Para servir, pode optar por fazer uma terrina em abóbora como na foto, ou da forma que preferir.
  2. Coloque salteado de cogumelos em cima do creme de abóbora, e vá envolvendo enquanto come.

IMG_20171201_201401_709.jpg

 

http://blogs.sapo.pt/manage/images?blog=cozinhadesentidos#