Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de Sentidos

Seg | 27.04.20

Limonada com manjericão

Gualter Rainha

IMG_20200427_091627_555.jpg

IMG_20200426_165008_207.jpg

As limonadas são muito apreciadas por todo o mundo, e variam de tonalidades e de sabores conforme as adaptações que são feitas.

Por base a limonada tradicional é feita com sumo de limão, água e açúcar, mas as ervas aromáticas conferem-lhe um toque fresco e aromático. As frutas como frutos vermelhos também são um ótimo complemento. 

O importante é sermos criativos e usufruir das vitaminas e nutrientes desta bebida, não esquecendo que devemos ter cuidado com a quantidade de açúcares processados. Neste caso eu utilizei uma variante de xarope mais saudável, o agave.

Em termos de adoçante preferi menos doce, mas caso pretendem adoçar um pouco mais, devem acrescentar no máximo o total de 200 ml de agave para 1 litro de água. Contúdo, podemos tornar esta bebida menos doce e saudável. 

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • Sumo de 4 limões
  • 100 g de xarope de agave (ou outro xarope saudável)
  • Algumas folhas de manjericão (ou hortelã)
  • Gelo (opcional)
  • Rodelas de limão (opcional)

Instruções

  1. Comece por extrair o sumo de limão e adicione-o no liquidificador.
  2. Adicione todos os restantes ingredientes e triture-os até que as folhas do manjericão se desfaçam por completo.
  3. Coloque rodelas de limão no jarro, folhas de manjericão e gelo caso queira.
  4. Sirva e disfrute.

IMG_20200427_091752_197.jpg

IMG_20200427_091935_279.jpg

 

Sex | 24.04.20

Bruschettas de cogumelos (Vegan)

Gualter Rainha

93942927_2554217438226357_3909664293817155584_o.jp

IMG_20200424_083040_690.jpg

Esta é uma daquelas receitas infalíveis para que possamos dar nova vida a ingredientes que temos em casa há algum tempo. Falo de tipos de pães, mas também de legumes.

A bruschetta é um antepasto italiano feito à base de pão, que é tostado com azeite e depois esfregado com alho. Há diversas variações. Esta receita é um destes casos de adaptação.

São ótimas a qualquer altura do dia, e fazem muito bem uma refeição a acompanhar um prato de sopa.

Eu e a comida italiana! Não lhe resisto.

Relativamente aos pães, confesso que eu prefiro pães mais robustos e densos para fazer este tipo de receita.

Vamos à receita! 

Ingredientes

  • 6 fatias de pão laminadas
  • ½ pimentão vermelho em tiras
  • 4 cogumelos tipo marron ou paris laminados
  • 3 dentes de alho
  • Fio de azeite
  • Sal fino e pimenta preta.
  • Manjericão fresco ou orégãos

Creme para gratinar (ou utilize outro queijo vegetal)

  • 75 g de cajus demolhados
  • 100 ml de bebida de soja
  • 1 colher de sobremesa de polvilho azedo
  • Sal q.b.
  • Alho em pó.

Instruções

  1. Comece por preparar o creme de caju. Basta juntar todos os ingredientes no liquidificador e triturar até ficar homogéneo.
  2. A seguir leve ao lume até engrossar um pouco. Reserve.
  3. Corte o pão e toste-o levemente com fio de azeite. Esfregue um dente de alho sobre o pão para ficar a saber bastante a alho (caso não goste tanto de alho, passe este passo).
  4. Lamine os cogumelos e o pimento, e distribua pela bruschetta. Tempere de sal e pimenta preta e distribua bocadinhos de creme de caju sobre os ingredientes.
  5. Tempere com alho picado, regue com um pequeno fio de azeite e leve ao forno a gratinar em forno pré-aquecido 180 °C até que os ingredientes estejam um pouco cozidos e o creme um pouco gratinado.
  6. Decore com folhas de manjericão na hora de servir, ou caso não tenha decore com orégãos.

IMG_20200422_194208_708.jpg

IMG_20200424_083252_328.jpg

 

Qua | 15.04.20

Queijo de caju (Alternativa aos convencionais)

Gualter Rainha

92712547_2545798989068202_5991439181321076736_o.jp

Esta é uma daquelas receitas que não paramos de comer de tão saborosa. 

É uma opção alternativa aos queijos convencionais, que poderão fazer de forma simples como na receita que irei partilhar, ou no caso de quererem elevar um pouco mais a dificuldade e acentuar o seu sabor, precisam de o fermentar algumas horas, ou até semanas dependendo das condições que tenham em vossas casas. 

Relativamente à fermentação, deverão utilizar um probiótico caseiro como por exemplo kombucha ou rejuvelac. Basta juntar 2 colheres de sopa de rejuvelac e deixar que fermente por 24 a 48 horas para que consigam um grau fermentado aceitável no sabor. 

Só têm de ter cuidado para que não crie bolores. Coloquem em zona seca em local ameno e protegido de bichos e pós durante a fermentação. 

Podem panar ou não esta opção com ervas e especiarias, conforme sugiro. 

Ingredientes

  • Cerca de 140 gramas de caju
  • 1 colher de sopa de mostarda
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de sopa de levedura nutricional de cerveja
  • 1 colher de chã de alho em pó
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão (ou substituir por probiótico)
  • 1 colher de chá de sal
  • Pitada de pimenta preta
  • Pitada de orégão para panar
  • Pitada de paprika fumada para panar

Instruções

  1. Comece por hidratar os cajus por 8 horas, para que fiquem macios na hora de triturar. Depois de hidratados escorra-os bem e passe por água corrente.
  2. Num recipiente adicione todos os ingredientes exceto o tomate desidratado, e com a ajuda da varinha mágica ou um robô de cozinha converta tudo a uma espécie de puré.
  3. Forre uma tigela com pelicula aderente ou papel vegetal e adicione o creme. Leve ao frigorífico por 2 a 4 horas no mínimo para que ganhe consistência para poder panar. Não tape a superficie quando colocar no frigorifico. 
  4. Depois de ter mais consistência, molde com as mãos e pane com as ervas e as especiarias caso queira. 

Nota: No caso de ter adicionado o probiótico, deve deixar fermentar durante 24 a 48 horas nas condições que referi inicialmente fora do frigorifico. Para conservar após esse período de fermentação coloque no frio. 

59525859_2243923619255742_5836609127878492160_o.jp

54525992_2212925959022175_1588918929202348032_o.jp

Seg | 06.04.20

Folar salgado de cogumelos

Gualter Rainha

oie_vZpvkliPbN9Y.jpg

92010958_838445829997020_5427503816373174272_n.jpg

Esta será a minha receita de páscoa para este ano.

Inspirei-me na massa sovada tipica dos Açores, mas recriei esta opção 100 % vegetal, e fiquei imensamente satisfeito com o resultado.

Além dos folares tipicos, eu fiz esta versão de folar salgado. A textura fica bastante boa e fofo, e os cogumelos dão-lhe um toque agradável também pela textura e pelo sabor fumado da paprika.

Caso não queiram fazer o folar salgado, poderão saltar o passo dos cogumelos e fazer simples.

Espero que gostem da receita. :) 

Ingredientes para 2 folares.

Fermento

  • 100 g de batata doce cozida
  • 1 C. de sopa de linhaça dourada
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 10 g de fermento seco de padeiro
  • 60 g farinha
  • 80 a 100 ml de água

Massa

  • 1 kg farinha de trigo sem fermento
  • 125 g açúcar
  • ½ colher de sopa de curcuma/ açafrão da índia
  • 5 colheres de sopa de linhaça dourada + 15 C. sopa de água
  • 200 g manteiga vegetal
  • 250 ml de bebida de soja ou de amêndoa
  • Raspa de ½ limão
  • ½ C. de sopa de sal

Para pincelar

  • 100 ml de bebida vegetal
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de sopa de amido de milho

Para o recheio

  • 600 g de cogumelos paris frescos laminados
  • ½ cebola picada
  • 2 dentes de alho
  • Coentros frescos picados q.b.
  • Raspa de limão
  • 1 colher de sopa de paprika fumada
  • Pitada de pimenta preta
  • Azeite q.b.

Preparação - Fermento

  1. Para preparar o fermento deverá cozer a batata doce. Coza-a com pele, e após cozida deixe-a arrefecer e remova a pele.
  2. Triture a batata e junte os restantes ingredientes, até conseguir uma massa similar a massa de bolos. Coloque num pequeno alguidar coberta com um pano, e deixe fermentar durante a noite.

Preparação da massa

  1. Comece por preparar os pseudo “ovos” de linhaça. Junte a farinha de linhaça junto com as 15 colheres de água durante 10 minutos, para ganhar consistência.
  2. Para preparar a massa, deverá peneirar a farinha e o açúcar. Ao centro, faça uma covinha para acrescentar ao centro os restantes ingredientes. 
  3. Derreta a manteiga sem ferver e adicione-a no buraquinho que fez. Junte também o fermento e os restantes ingredientes, incluído a linhaça hidratada.
  4. Começa por envolver os ingredientes líquidos do interior, e depois vá puxando e envolvendo o interior à farinha e ao açúcar.
  5. Após tudo envolvido, sove muito bem a massa sovada, de forma a que a massa fique bastante macia e elástica. Isso ajudará no resultado final, para obter um folar mais fofo. Cerca de 20 minutos.
  6. Polvilhe um alguidar com farinha e coloque a massa a levedar em lugar ameno sem correntes de ar, até dobrar de tamanho.
  7. Após dobrar o volume, dê de mão à massa, para isso, basta puxar das laterais da massa para o centro em toda a volta. Volte a polvilhar com farinha, e deixe levedar até dobrar de tamanho.

oie_CtJoULer5ZKr.jpg

oie_zfYswkzXkX5o.jpg

oie_GZOJk1niuKB6.jpg

Saltear os cogumelos

  1. Lave bem os cogumelos e lamine-os. Pique a cebola e os dentes de alho.
  2. Inicie por refogar levemente a cebola em fio de azeite e após ficar translucida, acrescente o alho e os cogumelos.
  3. Deixe que cozinhe um pouco, e logo que os cogumelos percam volume, acrescente os temperos, e os coentros frescos picados.
  4. Deixe apurar os sabores durante 5 a 7 minutos em lume branco, antes de o desligar.

oie_YsQbJm7rBenq.jpg

Preparar o brilho para substituir o ovo

  1. Basta misturar todos os ingredientes antes de os levar ao lume.
  2. Após bem envolvido leve a cozinhar durante alguns minutos até engrossar, deligue e reserve.

oie_2ydqEo2fM9x2.jpg

Nota:deverá usar esta mistura para pincelar ainda morna.

Montar e cozer o folar

  1. Com a massa já levedada, coloque um pedaço no fundo de uma forma alta que possa ir ao forno, e sobreponha a massa com os cogumelos salteados.
  2. Volte a repetir o processo de camadas até ficar 2 dedos da forma por preencher.
  3. Deixe levedar o folar um pouco, cerca de 30 minutos chegarão. Pincele com a mistura para o efeito (ainda morna) e leve o folar a cozer em forno pré aquecido a 180 º C durante senilmente 1 hora, sensivelmente.

oie_LIhVnrWblU5b.jpg

92578148_1394726407386252_5592966593932951552_o.jp

Nota: Aconcelho que vão testando no fim do tempo da cozedura, porque poderá variar de forno.