Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de Sentidos

Seg | 31.08.20

Tarteletes de banoffee

Gualter Rainha

IMG_20200828_105510_015.jpg

IMG_20200831_140809_795.jpg

IMG_20200831_140938_753.jpg

A receita do banoffee, é uma receita é de origem inglesa simples e bastante apreciada por ser uma verdadeira perdição. Tem bolacha e caramelo, tem natas e banana. É uma combinação excelente. 

Esta receita,  foi adaptada de forma a conseguir uma versão vegetal. É também uma ótima forma de nós darmos utilidade às bananas que tão depressa amadurecem no verão. 

Eu como adoro banana, esta receita é um doce perfeito. Espero que também gostem. 

Ingredientes

  • 250 g de bolachas digestivas sem derivados
  • 80 g de manteiga vegetal à temperatura ambiente
  • Pitada de sal
  • 2 bananas
  • 200 g de polpa de leite de coco
  • 150 g de açúcar
  • 200 g de natas vegetais ou polpa de leite de coco
  • 4 C sopa de açúcar de confeiteiro
  • 1 C. sobremesa de essência de baunilha
  • Raspa de chocolate 70% q.b.

Modo de preparação

  1. Comece por colocar a lata (ou latas) de leite de coco no frio durante 12 horas, pelo menos, de forma a separar a polpa do líquido. Após esse período abra a lata e remova a polpa. O líquido poderá usar em batidos, por exemplo.
  2. Bata as natas vegetais, (ou remova a polpa de mais uma lata de leite de coco) e bata até conseguir uma textura arejada. Aos poucos, acrescente o açúcar de confeiteiro até incorporar ás natas. Reserve no frio para endurecer.
  3. Adicione os 150 g de açúcar num tacho, e deixe o açúcar derreter até fazer caramelo. Após ter o caramelo, adicione as 200 g de polpa do leite de coco e a essência de baunilha. Irá borbulhar e solidificar o caramelo um pouco, mas não se preocupe que voltará a derreter.
  4. Mexa de vez em quando em lume médio a brando até o caramelo querer engrossar. A certa altura, verá que se irá formar uma espécie de água (transparente) na superfície a borbulhar. Remova esse líquido transparente e descarte. (Trata-se de óleo de coco, e este não queremos consumir. A não ser que utilize para fins cosmética caseiros). Após remover o óleo desligue e deixe o caramelo arrefecer.
  5. Triture a bolacha digestiva num processador e acrescente a manteiga amolecida. Caso a manteiga não tenha sal, adicione uma pitada de sal. Triture tudo até conseguir uma massa homogênea. Com a massa, forre as suas formas (cerca de 4) de tarteletes, ou faça uma tarte em ponto maior.
  6. Leve a base das tarteletes a cozer durante 10 minutos em forno pré-aquecido a 180 °C. (Possivelmente a massa irá “crescer um pouco, para as ajustar à forma aperte a massa ainda quente com uma colher para as ajustar e ficarem perfeitinhas).
  7. Após todos os elementos terem arrefecido, distribua o caramelo pelas tarteletes. Limpe as bananas e corte-as às rodelas, distribuindo-as em cima do caramelo. Sobreponha com o chantilly e decore com raspas de chocolate 70%.
  8. Caso queira coloque um fio de caramelo por cima, reserve no frio ou sirva.

IMG_20200831_140542_413.jpg

 

Qua | 19.08.20

Veludo de caril e cogumelos ostra

Gualter Rainha

IMG_20200817_190905_947.jpg

IMG_20200817_190606_070.jpg

Eu adoro viajar, e a cozinha tem essa capacidade, de nos tirar do espaço e levar-nos numa verdadeira viagem de memórias visuais, de aromas e de sabores.

Adoro pratos aromáticos e “profundos” de sabor. As especiarias são para mim o verdadeiro elo de ligação entre a cultura gastronómica e o espaço onde nos encontramos. Podemos recriar ou fazer pratos de outros países, com a facilidade que temos de acesso aos vários produtos.

Este prato criei-o pela oferta que me fizeram dos cogumelos, e o creme já tinha sido um pedido de uma amiga minha. Juntei ambos, e o resultado foi este delicioso creme que nos envolve os sentidos a cada colherada.

Espero que gostem, tanto quanto eu.

Ingredientes

  • 700 g de cogumelos (usei ostra)
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho
  • 2 cenouras
  • Fio de azeite
  • 200 ml de natas de soja
  • 1 talo de alho francês
  • 1 C. sopa de caril
  • Pitada de pimenta preta
  • 1 folha de louro
  • 2 C. Sopa de sumo de limão
  • 1 cubo de legumes vegan (sem glutamato)
  • 1 piripiri fresco
  • Coentros frescos a gosto
  • Arroz basmati cozido
  • 1000 ml água
  • 6 C. sopa de farinha de trigo S/fermento ou 4 C. Sopa de amido de milho

Modo de preparação

  1. Comece por larvar os cogumelos e a desfiá-los. Descasque a cenoura e a cebola, e corte a cenoura em rodelas e a cebola em quartos. Descasque o dente de alho e amasse-o, e o alho francês lave-o e corte-o em rodelas finas.
  2. Num tacho, aqueça um fio de azeite e refogue a cebola com a cenoura e o alho amassado até alourar. Acrescente os cogumelos e o louro, e tempere de pimenta preta e de sal. Envolva até que os cogumelos estejam cozinhados.
  3. Remova os cogumelos cozinhados e o louro, mas deixe os restantes ingredientes e alguns cogumelos para dar sabor ao creme. (reserve)
  4. Continuando o creme, e já com os cogumelos removidos. Acrescente o caril e os cubos de legumes. Envolva até o cubo se desfazer. Acrescente a água e deixe cozinhar bem a cenoura e a cebola. Depois de cozinhado triture tudo com a varinha mágica até ficar totalmente liso.
  5. Acrescente as rodelas do alho francês e 1 piripiri picado, e deixe que cozinhe um pouco. Desfaça a farinha ou o amido de milho com um pouco de água, e acrescente para engrossar o líquido do creme. Envolva até engrossar.
  6. Junte as natas vegetais e envolva, mas cozinhe sem as deixar ferver. Desligue e acrescente o sumo de limão e com sal se for necessário. Finalize com um pouco de coentros frescos picados.

Para servir, sirva o creme com cogumelos e arroz basmati cozido.

IMG_20200819_094131_184.jpg

Dom | 09.08.20

Sopa fria de meloa e amêndoa torrada

Gualter Rainha

IMG_20200806_174727_265.jpg

IMG_20200809_203418_055.jpg

 

Meloa! Uma fruta bastante hidratante que eu adoro. 

Esta meloa é afamada e conhecida por ser de Santa Maria, inconfundíveis pelo seu aroma agradável intenso, e pelo seu sabor bastante doce. De facto, faz jus à fama que têm. São deliciosas. 

Relativamente à receita, combina na perfeição com esta estação do ano, o verão. O prato é bastante rápido de preparar e é refrescante. Espero que gostem! 

Ingredientes

  • 1 meloa de Santa Maria (ou outra)
  • 50 g de amêndoas torradas
  • 100 ml de natas de soja ou iogurte de soja natural
  • 4 folhas de hortelã de sopa
  • Pitada de pimenta preta 
  • Pitada de sal (muito pouco)
  • 1/2 chouriço de soja às rodelas (opcional)

Modo de preparação

  1. Comece por lavar e descascar a meloa bem fria do frigorífico. Corte-a em pedaços e coloque num liquidificador. Acrescente o hortelã, o sal e a pimenta. Junte também as natas ou o iogurte e tritute tudo até obter uma creme liso e aveludado.
  2. Torre as amêndoas com ou sem casca, e pique-as. Aproveite também para limpar o chouriço de soja e corte-o em fatias. Passe as rodelas do chouriço numa pequena frigideira, de forma simples sem azeite ou temperos, apenas para ganhar um pouco de temperatura e cozinhar. Reserve. 
  3. Verta a sopa para um copo ou para um prato, e guarneça com um pouco de amêndoas torradas e folhas de hortelã. Caso queira, faça uma pequena espetada de chouriço de soja, conforme o ponto 2 das instruções desta receita, junte-a em cima da sopa ou ao lado, e sirva. 

IMG_20200809_203727_064.jpg