Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de Sentidos

Sex | 30.10.20

Brownie vegano em forma de bolo

Gualter Rainha

IMG_20201029_202604_209.jpg

IMG_20201030_084813_283.jpg

IMG_20201029_203637_573.jpg

Esta foi das receitas que mais interação obtive na página. E eu não poderia esperar mais, senão partilhar a receita. Obrigado a todos e todas. 

Um brownie sem derivados de animal, em que normalmente na sua base os ovos são parte do "corpo" do bolo. Pois bem, há sempre forma de alterarmos os procedimentos quando necessário, mas continua a ser um bolinho gorducho e saboroso! Eu ri-me agora. É tão bom este bolo, e a sua casquinha a derreter-se na boca, "jasus"... 

Espero que gostem! 

Ingredientes

  • 400 g de chocolate vegano 70 %
  • 360 g de açúcar refinado
  • 2 c. sopa de amido de milho
  • 200 g de manteiga vegetal
  • 200 g de farinha para bolos com fermento
  • 100 ml de agua da conversa do grão-de-bico (aquafaba)
  • 3 gramas de agar-agar em pó.
  • 100 ml de bebida vegetal
  • 3 colheres de sopa de farinha de linhaça escura
  • 30 ml de vinagre tinto
  • 1 c. chá de bicarbonato de sódio

Instruções

  1. Comece por juntar 150 ml de água de conserva do grão e junte-lhe a quantidade recomentada de agar-agar. Leve ao lume durante 5 minutos em lime alto, de forma a reduzir o liquido para 100 ml e dessa forma ficar um pouco mais espesso.
  2. Junte a bebida vegetal com a farinha de linhaça e deixe repousar para tornar-se numa espécie de gel durante, que demorará cerca de 10 minutos, para a linhaça hidratar.
  3. Voltando à redução da conserva do liquido do grão-de-bico já reduzido e ainda quente. Bata até conseguir a consistência de claras em castelo. Gradualmente acrescente o açúcar com a batedeira em velocidade alta, até conseguir um merengue viscoso e brilhante. Reserve.
  4. Entretanto derreta o chocolate com a manteiga em banho maria até o chocolate estar totalmente líquido.
  5. Incorpore o chocolate derretido com a linhaça hidratada na bebida vegetal e envolva bem com uma espátula.
  6. Acrescente o merengue de aquafaba e volte a incorporar suavemente até que tudo esteja totalmente combinado. A seguir incorpore a farinha e o bicarbonato de sódio peneirados. Volte a envolver com a espátula suavemente.
  7. Por fim, acrescente o vinagre e volte a envolver até que a mistura da massa seja totalmente homogénea.
  8. Tenha o forno pré-aquecido a 170 °C. Verta a massa para uma forma circular de 22 a 24 cm de fundo removível previamente untanda e forrada com papel vegetal, e leve o bolo a cozer durante 25 minutos. Poderá demorar mais 5 minutos conforme os fornos. Queremos o bolo húmido e não seco, tenham isso em atenção.
  9. Após desligar o forno abra a porta, e deixe o bolo descansar alguns minutos dentro do forno. Deixe o bolo arrefecer antes de servir.

IMG_20201029_104504_409.jpg

Qui | 29.10.20

Cuscuz com legumes e amêndoas

Gualter Rainha

IMG_20201027_173244_034.jpg

IMG_20201029_093225_034 (1).jpg

Partilho mais uma receita prática, e desta vez será uma salada bastante colorida de cuscuz, a qual partilharei alguns truques para conseguirem o vosso cuscuz soltinho e pouco "ensopado".

Confesso que não confeciono muitas vezes cuscuz, não porque não goste, mas é que são tão bons que é difícil parar de comer.  A textura das amêndoas torradas dão um toque único nesta salada, temos várias combinações de texturas e sabores, além das cores que também fazem parte do conjunto. Comemos com os olhos, mas o sabor faz jus aquilo que vemos.

Espero que gostem.

Ingredientes

  • 250 g de cuscuz
  • 240 ml de água a ferver
  • 1 dente de alho picado
  • ½ cebola picada miudinho
  • 1 curgete cortada em rodelas
  • 2 cenouras cortadas em meias luas finas
  • ½ pimento vermelho bem picado
  • Pitada de pimenta preta
  • 2 c. sopa de molho de soja
  • Fio de azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • 150 g de amêndoas torradas
  • 200 g de cogumelos paris laminados
  • Salsa ou coentros frescos picados

Instruções

  1. Comece por preparar os legumes, lave-os e corte-os com o corte recomendado.
  2. Entretanto ferva a água tempere-a de sal e junte-lhe um fio de azeite. Num tacho ou num tupperware, junte a água temperada ao cuscuz, tape e deixe que hidratem por 10 minutos. Um dos segredos em ter em conta, é usar um recipiente com pelo menos o triplo do tamanho à capacidade do cuscuz, neste caso um recipiente para 2 litros chegará.
  3. Passados os 10 minutos, sacuda o recipiente para que o cuscuz se solte uns dos outros, caso necessite finalize com um garfo até estarem totalmente soltos e reserve.
  4. Aqueça um fio de azeite e refogue a cebola com o alho. Junte as especiarias e o molho de soja e deixe que os sabores se fundam.
  5. A seguir acrescente a cenoura e o pimentão, e deixe que cozinhem levemente até ao ponto al dente. Depois junte a curgete e os cogumelos e deixe que cozinhem durante 5 minutos, até “murcharem um pouco. Retifique os temperos e o sal.
  6. Por fim, caso os legumes tenham muito líquido no tacho reduza o líquido em lume alto, ou descarte esse excesso (eu prefiro reduzir porque mantem mais sabor). Se tiver muito liquido fará com que ao juntar absorvam mais líquido e fiquem demasiado moles e desfazem-se.
  7. Junte o cuscuz aos legumes salteados, acrescente as amêndoas e a salsa ou os coentros e envolva tudo até estar bem combinado e colorido. Sirva na altura ainda morno.

Deixo a dica para quem quiser cuscuz integral que existe, eu compro na Biforma Açores. E quem quiser talheres de bambu da marca babu, também conseguem na Bioforma Açores, têm vários produtos desde escovas de dentes, palhinhas, talheres etc. Podem ver aqui -> (clica)

IMG_20201029_093430_871.jpg

 

Seg | 26.10.20

Pão rápido com sementes de sésamo

Gualter Rainha

IMG_20201022_213403_369.jpg

Este pão além de prático e rápido de o termos pronto a comer, é muito saboroso pelo sabor tostado das sementes de sésamo.

Por vezes não temos pão em casa, e apetece-nos uma fatia de pão quentinho e que não dê demasiado trabalho, neste sentido esta é a opção que querem. 30 minutos de forno e está cozido.

O pão é denso, como é obvio porque não tem muito tempo para que fermente naturalmente. Cresce um pouco apenas no processo da cozedura. Se pretendem um pão mais leve, podem até fazer esta receita, mas devem o pão levedar pelo menos 40 minutos, antes de o cozer.

Espero que gostem!

Ingredientes

  • 500 g de farinha biológica sem fermento
  • 300 ml de água tépida
  • 11 g de fermento seco
  • Pitada de sal dos himalaias 
  • Sementes de sésamo bio para decorar q.b.

Os produtos que utilizei foram na sua maioria da Marca Bioforma Açores, mas poderão adaptar por opções mais comuns. 

Instruções

  1. Comece por juntar todos os ingredientes secos e envolva-os.
  2. Adicionando a água tépida gradualmente e envolva aos secos com a ajuda de uma colher. Quando estiver misturado, coloque numa bancada com farinha e sove por 5 minutos.
  3. Dê formato circular ao pão, eu fiz dois pequenos, e molhe com água, tépida e decore com sementes de sésamo. Faça também um corte leve a meio do pão para que este cresça melhor.
  4. Pré-aqueça o forno a 200 °C, e reduza a temperatura para 180 º C quando introduzir o pão no forno. e Depois de colocar o pão no forno, deixe cozer por 30 minutos, sensivelmente.
  5. Depois de estar douradinho desligue o forno, deixe arrefecer ou consuma ainda quente.
Seg | 26.10.20

Cogumelos com sabor aos Açores

Gualter Rainha

IMG_20201022_215425_234.jpg

Esta receita surgiu porque eu estava com desejo de comer um petisco mas que fosse aconchegante, com sabores que me são familiares, foi aí que surgiu a ideia de fazer estes cogumelos com ingredientes que fácilmente tenho em casa. 

Juntei aos cogumelos (que adoro) a calda de pimenta com especiarias, salsa e sumo de limão, e fiquei deveras satisfeito. Petiscos simples e rápidos de se preparar dão sempre jeito na hora de visitas ou convivios que não temos tanto tempo para receitas elaboradas. Fica a sugestão.

Ingredientes

  • 500 g de cogumelos frescos paris ou marron laminados
  • 1 mão cheia de salsa fresca picada
  • Fio de azeite
  • 2 dentes de alho picados
  • Pitada de pimenta branca
  • 2 c. sopa de calda de pimenta da terra
  • 75 ml de aguardente
  • 1 c sopa de manteiga vegetal
  • Sumo de limão q.b.
  • 1 piripiri fresco picado

Instruções

  1. Comece por lavar e laminar os cogumelos. Aproveite e pique também o piripiri, o alho e a salsa.
  2. Aquece um fio de azeite e refogue o alho levemente , e junte os cogumelos laminados e deixe que cozinhem 2 minutos.
  3. Junte a calda de pimenta e a pimenta branca em pó, envolva, e refresque com a aguardente, não esquecendo que deverá deixar que o álcool evapore.
  4. Junte a salsa picada e o piripiri, a manteiga e caso seja necessário retifique de sal.
  5. Sirva decorado com salsa e piripiri picados na hora, e esprema sumo de limão na hora também.
Sex | 23.10.20

Estufado dourado de lentilhas e cuscus

Gualter Rainha

IMG_20201021_175058_993.jpg

IMG_20201023_084609_618.jpg

Hoje partilho uma sugestão de receita reconfortante à base de lentilhas vermelhas estufadas com cuscus.

As lentilhas são uma leguminosa agradável em diversos tipos de pratos depois de cozinhadas, e são uma excelente fonte de proteína. Combinei-as com levedura nutricional de cerveja que é igualmente rica em proteína, fibras, vitaminas, e neste caso a levedura nutricional tem vitamina B12, o que torna a esta refeição ainda mais completa.

O prato é de rápida confeção. Eu apenas demolhei as lentilhas por 1 hora apenas, porque gosto que cozinhem sem se desfazer totalmente. 

Ingredientes:

  • 250 g. de lentilhas vermelhas demolhadas
  • 100 g. Cuscuz, de grão maior
  • 2 c.sopa de levedura nutricional de cerveja
  • 50 g. de pimentão vermelho bem picadinho
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho
  • 600 ml de água
  • Cerca de 350 g. de tomate pelado em pedaços
  • 1 c. sopa de açafrão da índia
  • Pitada de pimenta preta,
  • Sal e azeite q.b.
  • 1 folha de louro
  • Coentros frescos 
  • Raspa de limão q.b.
  • 3 C. sopa de sumo de limão

Preparação

  1. Comece por demolhar as lentilhas durante 1 hora, depois lave-as em água corrente e deixe que escorram. 
  2. Corte a cebola e o pimentão vermelho finamente, pique igualmente o dente de alho e refogue-os em fio de azeite. Adicione as especiarias, o louro e a pitada de sal, e deixe que refoguem mais uns breves instantes.
  3. A seguir, acrescente o tomate e deixe levantar fervura alguns minutos. Adicione as lentilhas, os cuscus e a água no molho de tomate, e deixe cozinhar até que as lentinhas e o cuscus absorvam a maior parte da água.
  4. Retifique os temperos se necessário, adicione um pouco de sumo e raspa de limão e a levedura nutricional de cerveja. Envolva bem, e desligue. 
  5. Caso queira, poderá adicionar um pouco de salsa ou coentros picados.

Sirva com salada verde e brócolos. 

IMG_20201023_084741_431.jpg

 

Sex | 16.10.20

Panquecas veganas ao estilo americano

Gualter Rainha

IMG_20201016_090647_431.jpg

Há 2 dias, perguntei na minha página de Facebook se existiam fãs de panquecas, é óbvio que as reações foram imediatas! Ora bem, eu fui o primeiro da fila.

Estas panquecas fazem-me lembrar as panquecas americanas, que adorava comer em criança, aquelas que vêm na caixinha, que são super altas e fofas.

Esta receita tem a particularidade de ser vegetal, sem necessidade de adição de ovos, leite ou outros derivados, além disso, não utilizei açucares refinados. Neste caso usei pasta ou xarope de tâmaras, uma opção saudável a ter em conta na nossa dispensa, e é bem saboroso.

Ingredientes (3 pessoas)

  • 180 g de farinha de trigo t 55 sem fermento
  • 240 ml de bebida vegetal de aveia
  • 2 c. de sopa de levedura nutricional
  • Pitada de sal
  • ½ c. de sopa de fermento químico
  • ½ c. de chá de bicarbonato de sódio
  • Óleo de coco para untar a frigideira
  • Pasta de tâmaras q.b.
  • Tâmaras e lascas de coco desidratados
  • Fruta fresca para acompanhar (opcional)

Instruções

  1. Comece por juntar a farinha com a bebida vegetal. Acrescente o bicarbonato e o fermento, a levedura nutricional e a pitada de sal. Envolva tudo, até conseguir uma massa lisa.
  2. Aqueça uma frigideira antiaderente e passe um pouco de óleo de coco para garantir que as panquecas se soltam facilmente. Coloque uma concha de massa, e cozinhe até dourar de ambos os lados, até terminar. Irá render cerca de 6 unidades não muitos grandes.
  3. Sirva com um fio de pasta de tâmaras e com fruta, por exemplo com ananás e kiwi, ou outras frutas.

Rende cerca de 6 panquecas médias.

IMG_20201016_090734_424.jpg

 

Qui | 15.10.20

Pudim de chia com ananás biológico e maracujá

Gualter Rainha

IMG_20201014_233737_801.jpg

IMG_20201014_233341_999.jpg

Vida saudável! Esta receita insere-se perfeitamente nesse contexto.

Esta receita foi desenvolvida em prceria com as Lojas Continente daqui dos Açores, fase à Feira Vida Saudável, que está a decorrer de 13 a 26 de outubro deste ano, 2020. 

Além de ser uma receita bastante completa em termos nutricionais, por acarretar omegas, proteínas, inúmeras vitaminas e minerais, esta receita tem um poder antioxidante e anti-inflamatório fantástico graças à adição da curcuma que potencia esse efeito. É uma ótim receita para começarmos bem o dia, ou até mesmo para um lanche bastante saciante.

Adoro o contraste do ácido e doce que o ananás e o maracujá proporcionam a esta receita!

Espero que gostem, e aproveitem a campanha com até 40 % de desconto até dia 26 de outubro. 

Ingredientes

  • Bebida De Arroz Continente Bio
  • 70 g de ananás biológico
  • 1 C. café de curcuma Margão bio
  • 2 C/S de sementes de Chia Bio Continente
  • Pimenta preta Margão bio

Toppings 

  • 100 ml de Iogurte de soja Continente equilíbrio
  • Ananás biológico
  • 2 maracujás

Instruções

  1. Comece por aquecer a bebida vegetal com a curcuma e a pimeta preta, até que a bebida vegetal de arroz comece a ferver. Desligue.
  2. No liquidificador, junte a bebida vegetal aquecida com o ananás, e triture até conseguir um batido levemente cremoso. 
  3. Junte a chia. Envolva bem e deixe que hidrate 1 hora no mínimo. Poderá deixar a hidratar da noite para o dia, reservado no frigorífico.
  4. Na hora de servir, coloque o pudim de chia num copo, sobreponha em camada com o iogurte natural de soja, e, a finalizar, decore com a fatia de ananás e com o maracujá.

Poderá utilizar fruta da época caso prefira.

IMG_20201014_233601_160.jpg

Storie 5.png