Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de Sentidos

Qui | 31.03.22

Sopa de lentilhas com torradas de açafrão

Gualter Rainha - Cozinha de Sentidos

IMG_20220331_111824_518 (1).jpg

IMG_20210914_191430_779 (1) (1).jpg

IMG_20220331_111720_142 (1).jpg

Partilho esta sugestão reconfortante e nutritiva com lentilhas.

Do vasto leque de leguminosas que existem, as lentilhas são uma das minhas preferidas, porque gosto do seu sabor, da sua textura, e por serem uma das leguminosas mais interessantes do ponto de vista nutricional. São ricas em diversas vitaminas e minerais, e além disso têm uma quantidade de proteína consideravelmente interessante, o que torna esta leguminosa uma ótima alternativa vegetal à carne. 

As lentilhas sempre foram muito apreciadas, desde há milénios atrás, e numa vertente cultural religiosa, pode encontrar uma passagem na bíblia, onde Esaú, comeu um prato de lentilhas em troca de prescindir da sua herança como primogénito. "Jacó deu a Esaú pão e o guisado e lentilhas; e ele comeu e bebeu; e, levantando-se, seguiu seu caminho. Assim desprezou Esaú o seu direito de primogenitura". Génesis 25:34.

Partilho por curiosidade, da mesma forma que partilharam comigo na minha página de Facebook Cozinha de Sentidos.

Ingredientes

  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • Pitada de pimenta preta
  • ½ colher de chá de cominhos
  • 1 colher de sopa de paprika
  • 1 folha de louro
  • Fio de azeite
  • Sal q.b
  • 200 g de lentilhas castanhas ou verdes
  • 200 mil de vinho tinto de qualidade
  • 500 ml de água
  • 380 g de tomate aos pedados (pode usar enlatado)
  • Coentros frescos picados

Para acompanhar (torradas de açafrão)

  • Pão rústico fatiado
  • Creme vegetal
  • Pitada de açafrão da índia e pimenta preta

Preparação

  1. Comece por refogar a cebola e o alho levemente em fio de azeite, até que a cebola fique translúcida, levará 5 a 6 minutos.
  2. Junte todas as especiarias no refogado e envolva-as durante 2 minutos. Adicione as lentilhas, o tomate e o vinho tinto, e deixe levantar fervura para que o álcool do vinho evapore.
  3. De seguida acrescente a água, tape a panela, reduza o lume, e deixe cozinhar durante 25 minutos. Verifique e mexa ocasionalmente, adicionando água se for necessário.
  4. Quando as lentilhas estiverem cozinhadas acrescente os coentros frescos picados e envolva. Tempere com sal se for necessário, e deixe que o molho reduza um pouco. Deverá ter em conta a textura que vê na fotografia da receita. Apague o lume, e aguarde 5 minutos antes de servir para preparar as torradas.
  5. Fatie um pão rústico do seu agrado e barre-o com creme vegetal. Polvilhe com açafrão da índia em pó e um pouco de pimenta preta e leve a tostar levemente numa frigideira bem quente.

Sirva a sopa de lentilhas, e vá ensopando a sua torrada no molho aromático e quente enquanto come.

IMG_20220331_111824_518 (1).jpg

 

Qua | 23.03.22

Risoto vegano de abóbora e nozes

Gualter Rainha - Cozinha de Sentidos

IMG_20211020_214848_279.jpg

IMG_20211020_215739_427.jpg

IMG_20211020_222756_618 (2).jpg

Para quem acompanha o meu trabalho, não será novidade se eu disser que sou um verdadeiro apreciador de boa comida Italiana. Não há um prato até hoje, que eu tenha dito, não gosto, no entanto, eu tenho as minhas preferências, e não é a pizza.

O risoto está entre o meu top 3 dos pratos Italianos preferidos, o primeiro é a lasanha, depois o pesto, e em terceiro está o risoto.

O risoto pode ser um prato complexo, mas como em tudo nesta vida, eu acho que o desafio passa por ter paciência e tempo para o fazer com calma. Se estiver num daqueles dias que deixa a comida no tacho e está a fazer outras coisas, esta receita não é uma boa opção, uma vez que deverá dedicar-se de alma a este prato, quer seja abóbora ou outra variante com outros ingredientes.

Este prato é vegano, ou seja, não tem derivados, e além disto é uma opção para os celíacos por não ter glúten.

Ingredientes (dose para cerca de 6 a 7 pessoas)

  • 320 g de arroz para risoto do tipo arbóreo
  • 400 g de abóbora butternut aos cubinhos sem casca
  • 1 litros de caldo de legumes (caso não tenha de ver nota para preparar)
  • Fio de azeite
  • 1 cebola bem picada
  • 2 dentes de alho picados
  • Pitada de pimenta preta
  • Pitada de noz moscada
  • 120 ml de vinho branco seco
  • 150 gramas de queijo vegano (usei nurishh)
  • 1 colher de sopa de polvilho doce
  • 3 colheres de sopa de levedura nutricional
  • 3 Colheres de sopa de creme vegetal
  • Sal a gosto
  • Cominhos frescos picados
  • 150 g de nozes
  • Rodelas de abóbora butternut às rodelas

Preparação

  1. Comece por cozinhar os 400 g de abóbora e a preparar os restantes ingredientes conforme estão na descrição.

Caldo nota: no caso de não ter caldo de legumes, sugiro que aproveite a água que cozinhou a abóbora, junte uma cebola pequena cortada, 2 cenoura picadas, um raminho de salsa sem ser picado (inteira com os talos), e deixe cozinhar tudo bem. Retire a salsa, passe a varinha mágica e filtre o resíduo para obter um caldo de legumes de legumes limpinho. Terá de render cerca de 1 litros.

  1. Refogue a cebola e o alho ligeiramente em fio de azeite. A seguir junte o arroz e deixe que frite ligeiramente, vá envolvendo até perceber que o arroz começa a ficar transparente.
  2. Aumente o lume um pouco e acrescente o vinho barranco seco, deixe o álcool evaporar, enquanto vá envolvendo. A sua cozinha nesta fase já vai começar a ganhar um aroma único. Depois volte a baixar o lume, o risoto deve ser cozinhado lentamente.
  3. Gradualmente, com a ajuda de uma concha de sopa, acrescente uma concha de caldo, tempere com sal, e vá envolvendo para ir abrindo o arroz. Gradualmente, vá acrescentando conchas de caldo uma a uma, e deixe que o arroz as vá absorvendo lentamente enquanto vá envolvendo e massajando levemente para ir cozinhando devagar.
  4. Quando o arroz começar a ficar cozinhado, junte uma concha do caldo na abóbora cozinhada num copo triturador, acrescente a levedura nutricional e o polvilho, e desfaça com uma varinha mágica grosseiramente ou mais liso até incorporar tudo. Verta esta mistura no arroz, com mais uma concha de caldo. Neste ponto deverá retificar os temperos, juntando o tomilho, a noz moscada e a pimenta preta. Envolva cuidadosamente e deixe cozinhar mais um bocadinho com o lume sempre no mínimo.
  5. Por fim, quando o arroz estiver levemente aldeante, desligue e junte, as 100 gramas de nozes picadas, a manteiga e o queijo vegano referido, ou outro que encontre nos super, ou híper mercados. No caso de não encontrar o queixo faça um creme de caju e envolva, conforme o creme que vê nesta receita (shorturl.at/cqNR7).

Envolva cuidadosamente, deixe a manteiga e o queijo derreterem enquanto os sabores fundem-se. Se necessário acerte os temperos.

  1. Para fazer as rodelas de abóbora grelhadas, basta aquecer uma assadeira com fio de azeite e ir virando a abóbora até ganhar as marcas escuras e fique cozinhada, mas não em demasia. Pode temperar com uma pitada de sal e pimenta preta.

Emprate o risoto com a abóbora e algumas nozes, conforme vê na foto, e sirva o risoto de imediato ainda quentinho.

IMG_20211020_215739_427.jpg

 

Ter | 01.03.22

Arroz integral de forno com soja fumada

Gualter Rainha - Cozinha de Sentidos

IMG_20220227_172909_491.jpg

IMG_20220227_173608_648.jpg

Na partilha de hoje, a sugestão será este arroz de forno muito simples de preparar e com menos gordura.

Usei arroz integral por ser o meu arroz preferido pela sua textura. Confesso que há alguns anos atrás, não apreciava este arroz, mas há uns anos para cá o meu gosto alterou-se. Este arroz é mais rico em fibras e proteínas, mas caso não gostem sugiro o arroz vaporizado ou o basmati.

Em relação à soja, usei o que tinha em casa para fazer a base. A soja é bastante proteica também, basta apenas terem o cuidado de comprarem soja de qualidade sem que seja geneticamente modificada.

Em termos de substitutos para a soja podem usar seitam desfeito para dar mais textura, ou cogumelos laminados ou desfiados.

Esta receita não leva muita gordura, por este motivo se procura uma receita com esta caraterística em especial, irá gostar.

Ingredientes

  • 250 g de arroz integral
  • 850 ml de água
  • 1 cenoura grande descascada e cortada aos pedaços
  • 1 cebola picada aos quartos
  • 380 ml de tomate enlatado aos pedaços
  • ½ pimentão picado
  • 100 g de soja texturizada seca
  • Uma mão cheia de salsa bem picada
  • 1 cebola bem picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 colher de café de cominhos
  • 1 colher de chá de orégãos
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de café de pimenta preta
  • 2 colheres de sopa de paprika fumada
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 400 ml de água para o refogado
  • Sal q.b.

Preparação

  1. Comece por demolhar a soa texturizada com 300 ml de água durante pelo menos 10 minutos. Depois de demolhada passe-a bem por água, e escorra toda a água que conseguir e reserve, irá render cerca de 300 g de soja demolhada e escorrida. No caso de não usar a soja, use 300 g de seitam ou 500 g de cogumelos.
  2. Comece por juntar a cenoura aos pedaços e a cebola aos quartos com os 850 ml de água, e deixe que cozinhem bem. Depois passe a varinha mágica até desfazer a cebola e a cenoura, tempere com sal, e acrescente o arroz integral bem lavado, e deixe que cozinhe em 3 medidas à quantidade do arroz em lume médio a brando.
  3. Refogue a cebola picada, o pimento picado, o alho, envolvendo com a colher de sopa de azeite até a cebola ficar translúcida. Depois junte os temperos, o tomate e a água e deixe levantar fervura, e cozinhar em lume brando até a água reduzir para metade.
  4. Acrescente a soja ou a proteína da sua escolha e envolva bem ao molho. Com uma espátula, vá envolvendo de vez em quando, para a soja ficar totalmente envolvida com o tempero do molho, e ajude a cozinhar os ingredientes. Faça isto durante 7 minutos, sensivelmente.
  5. Transfira a base da soja para um pirex de forno numa medida adequada, e cubra com uma camada de arroz integral cozinhado em cima. Leve ao forno a 200ºC, até que fique com uma crosta ligeiramente crocante ou tostada, conforme o seu gosto pessoal. 15 a 20 minutos são mais que suficientes.

Na hora de servir decore com salsa, e acompanhe com uma salada bem colorida, por exemplo: de rúcula, alface, beterraba e repolho roxo em juliana fina. Pode acompanhar com uma sopa de espinafres sem batata, substitua a batata por couve flor, por exemplo.

IMG_20220227_172909_491.jpg