Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cozinha de Sentidos

Ter | 28.05.19

Almôndegas de ervilha (prébióticos)

Gualter Rainha

oie_gu0Jz8fqxGal.jpg

61188262_458209884952801_1623229361345789952_n.jpg

Antes de passarmos à receita, vou partilhar convosco, o que são na verdade os prébióticos.

Os prébióticos são hidratos de carbono não digeríveis (fibra), que estimulam o crescimento e atividade das bactérias probióticos, servindo de alimento para estas. Estão naturalmente presentes em alimentos como cevada, aveia, trigo, bananas, cebolas, alho, alho-francês, alcachofras, entre outros, podendo também ser adicionados como enriquecimento a outros produtos, como bolachas, cereais, chocolate, etc.

A saúde intestinal é fundamental para o nosso bem-estar, pois além das funções digestivas, o intestino é também um órgão com funções importantíssimas na defesa do organismo, contendo uma abundante flora de bactérias” boas”.

Atualmente, sabe-se que é fundamental que exista um equilíbrio ótimo, que permita a multiplicação dos microrganismos benéficos e a redução dos responsáveis por doenças.

Das inúmeras vantagens do consumo de pré ou probióticos, a ação ao nível da função intestinal é a que mais se destaca, nomeadamente na prevenção e tratamento da diarreia, na prisão de ventre, e promoção do trânsito intestinal regular. Há evidências do potencial dos pré e probióticos na prevenção do cancro do cólon e outras doenças intestinais. Têm igualmente influência no reforço do sistema imunitário, melhorando a resistência a infeções, reduzindo a ocorrência de alergias, particularmente em bebés e crianças pequenas.

Para além destas qualidades, os pré e probióticos não têm contraindicações, pelo que podem ser tomados em qualquer fase da vida.

Mas deve consultar um especialista para um plano mais ajustado às suas necessidades.

Ingredientes

  • 300 g de ervilhas cozidas
  • 100 g de farelo de aveia ou trigo
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho
  • 1 pimentão verde pequeno picado (opcional)
  • Cebolinho fresco picado q.b.
  • Salsa fresca q.b.
  • Sal e pimenta preta a gosto
  • Fio de azeite para que a massa fique moldável
  • 2 a 3 colheres de sopa de levedura nutricional de cerveja

Preparação

  1. Comece por limpar e picar a cebola, o alho e o pimentão em pedaços pequenos. Leve-os a refogar em fio de azeite até que amoleçam ligeiramente. Tempere com sal e pimenta preta, envolva e reserve.
  2. Enquanto faz o refogado, cozinhe por igual as ervilhas. Depois de bem cozidas, passe por água fria e reserve.
  3. Num recipiente, misture as ervilhas, a cebola, o pimentão e a levedura nutricional. Amasse tudo com as mãos, ou com um robô de cozinha até que a mistura fique homogênea.
  4. Pique o cebolinho e a salsa, e junte ao preparado das almôndegas.
  5. Adicione os poucos o farelo de aveia ou trigo, até dar liga. Se necessário, adicione um pouco de azeite para que a massa ganhe textura moldável. Retifique igualmente o sal e pimenta, caso seja necessário.
  6. Faça bolinhas pequenas com a massa. Distribua numa forma antiaderente, e leve ao forno por 20 minutos ou até dourar. Pode também fazer doses para congelar.

oie_8gxVXahmUj8J.jpg

Fonte do texto: https://www.farmaciasportuguesas.pt