Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cozinha de Sentidos

Sex | 01.02.19

Pudim de castanhas vegano

Gualter Rainha

50847850_1057001271158769_2189926716682534912_n.jp

50917075_1057001267825436_325186465199816704_n.jpg

50580467_1057001241158772_325330350899200000_n.jpg

Ao criar esta receita, inspirei-me na receita da food blogger Patrícia Cheio, do site Food With the Meaning, da Ilha Terceira. Ofereceram-me castanhas, então, juntei com carinho a inspiração, à generosa oferta.

Eu queria fazer algo diferente, além de um puré, castanhas cozidas simples ou até umas deliciosas castanhas salteadas. Decidi-me pela sobremesa desta vez.

Como a receita disponível no site tinha derivados, e sou vegano, comecei a elaborar “meticulosamente”, a receita, de forma a conseguir um pudim que me enchesse as medidas, e assim foi.

Ingredientes para a calda

  • 100 ml de água
  • 200 g de açúcar

Ingredientes para o pudim

  • 250 g de açúcar demeara
  • 500 ml de bebida de aveia (outra)
  • 1 pau de canela
  • Um pedacinho pequeno de casca de limão
  • 2 colheres (sopa) de maizena
  • 1 ½ g de agar-agar em pó (cuidado no pesar)
  • 1 colher chá de essência de baunilha ou similar
  • 200 g de castanhas cozidas

Instruções

  1. Comece por preparar o caramelo para caramelizar a forma. Coloque o açúcar e a água numa panela, e leve ao lume baixo até que derreta e vire um caramelo dourado. Não deixe queimar. Despeje o caramelo na forma de furo (de imediato) distribua bem e reserve.
  2. Para preparar o pudim. Misture metade da bebida vegetal com a maizena e o agar-agar e reserve.
  3. Na outra metade da bebida, junte as castanhas e triture bem com a varinha mágica, até que se dissolvam bem. Junte o açúcar, a essência da baunilha, a canela e a casca de limão, e leve ao lume até levantar fervura.
  4. Quando começar a levantar fervura, baixe o lume, e lentamente, acrescente a bebida de aveia com a maizena e o agar-agar. Espere até que levante fervura novamente, e desligue o lume. Remova a canela e a casca de limão.
  5. Verta o creme ainda quente na forma com calda de caramelo. Caso tenha uma forma com tampa, será o ideal. Caso não tenha, cubra a sua forma com papel de alumínio, e leve ao forno cozer em banho maria em forno pré aquecido a 180 º C por 40 minutos, sensivelmente.
  6. A terminar, depois de estar frio, leve ao frigorifico pelo menos 5 horas a 6 horas. Aconselho a não desenformar antes, porque poderá desmanchar-se.
  7. Antes de servir, desenforme num prato que sustente a calda e o pudim.
  8. Caso o pudim esteja preso nas laterais, ferva água, e mergulhe cerca de 30 segundos, para se soltar. Desenforme, e delicie-se.

    50653479_1057001294492100_6805722383157035008_n.jp

     

http://blogs.sapo.pt/manage/images?blog=cozinhadesentidos#